terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Bem-me-quer? Mal-me-quer?

O que será do meu peito com essa dor constante?
O que será da minha boca sem pronunciar teu nome?
O que será das minhas mãos sem o teu toque?

Aqui, a única coisa que cresce são as minhas rosas...
alimentadas pela água que corre do meu olhar.

Um comentário:

Bianca M. disse...

Uia! Tá bonito teu blog hein guria!!

Ennntão passou no concurso!
Que maravilhaaa! rs!!
Parabéns!! Meus parabéns!! Você merece!!

Nossa, tuas poesias.. teus versos.. Lindos! Românticos, doces, dolorosos, lacrimosos... Belos! Belíssimos!

Ah, estava com saudade de conversar com você! Ainda tem o flog 'brasilflog' ou deletou também? Já nem lembro mais... as vezes tenho vontade de fazer outro! rs.. Mas aí, ao mesmo tempo perco a vontade!!

Vê se vooolta viu? Volte definitivamente! :D
Separe um tempo para o nosso blá,blá,blá! :D

Beijinhos, até breve!